Internacional

Kim Jong Un e Trump têm relacionamento “especial”, diz agência norte-coreana

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, continuam mantendo relações estreitas e de confiança, com Kim chamando o relacionamento de "especial", informou a agência de notícias estatal norte-coreana KCNA na quinta-feira (horário local).

A declaração foi divulgada depois que a Coreia do Norte interrompeu neste mês conversas em nível de trabalho com os Estados Unidos na Suécia, empurrando as negociações de desnuclearização de volta ao limbo após meses de impasse.

Veja também: Supremo suspende sessão com 3 votos a 1 a favor da prisão após condenação em 2ª instância

A Coreia do Norte culpou os EUA, dizendo que os negociadores do outro lado não “abandonariam seu antigo ponto de vista e atitude”.

Kim Jong Un “disse que o relacionamento entre ele e o presidente Trump é especial” há alguns dias, segundo a KCNA.

“Espero sinceramente que uma força motriz para superar todos os obstáculos entre a RPDC (República Popular Democrática da Coreia) e os EUA e para promover as relações bilaterais na melhor direção seja proporcionada com base no relacionamento próximo”, informou comunicado da KCNA, sob o nome do conselheiro do Ministério das Relações Exteriores Kim Kye Gwan.

Veja também: Congresso aprova projeto que assegura R$ 34,6 bi para Petrobras com megaleilão de petróleo

No entanto, ao contrário de Trump, “os círculos políticos de Washington e os tomadores de decisão do governo dos EUA para a RPDC são hostis à RPDC sem motivo, preocupados com a mentalidade da Guerra Fria e o preconceito ideológico”, acrescentou.

O comunicado disse ainda que a Coreia do Norte verá “com que sabedoria os EUA passarão o final do ano”.

Kim Jong Un havia estabelecido um prazo de final de ano para as negociações de desnuclearização com Washington.

Via
Reuters
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios