GeralPolícia

Mãe de marido morto de Flordelis diz que ele teve caso com filha dela

Maria Edna do Carmo, mãe do pastor Anderson do Carmo, morto no dia 16 de junho deste ano, contou à polícia que corriam boatos de que seu filho estava tendo um caso amoroso com Simone dos Santos, de 35 anos, uma das filhas biológicas da deputada federal Flordelis de Souza (PSD-RJ) antes de ele ser assassinado. As informações são do Jornal Extra.

A publicação também afirma que Maria Edna disse, durante depoimento realizado no dia 24 de julho, que um fiel foi quem lhe relatou os rumores. Além disso, ele teria perguntado se Anderson estava se separando de Flordelis.

De acordo com a sogra da deputada, Anderson já teve um relacionamento com Simone na adolescência, antes de namorar com Flordelis. Maria Edna ainda teria dito aos investigadores que acredita que a nora e Simone participaram do crime, junto com Flávio, outro dos quatro filhos biológicos da deputada.

A mãe do pastor teria contado também aos agentes que tinha detalhes do que ocorria na casa porque tinha contato diário com um dos netos. Esse neto teria revelado a ela que Flordelis mandava colocar remédios na comida do pastor e que havia reuniões na casa da família para sondar como ele poderia ser morto. Em entrevista coletiva na época, a deputada negou a acusação, que já tinha sido divulgada pela TV Globo.

Ainda segundo o jornal Extra, Maria Edna também teria afirmado à polícia que Flordelis ordenou que colocassem fogo em todos os documentos do cofre
de Anderson e que Flávio teria entregue seu celular a Simone antes de ser preso, junto com um “bolo de dinheiro”.

A delegada Bárbara Lomba afirmou, na semana passada, à Folha de S. Paulo, que não descarta a ligação de Flordelis nem de qualquer outro membro da família no caso. O inquérito foi desmembrado e, nesta nova fase, vai apurar outras pessoas envolvidas.

Flávio e seu irmão adotivo Lucas Cezar dos Santos de Souza estão presos desde a morte de Anderson. Ambos foram denunciados pelo Ministério Público estadual na quinta-feira (15) por homicídio qualificado.

 Veja também: Ação de sniper no Rio foi correta, diz especialista

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios