DestaquePolítica

Mário Bonsaglia, primeiro da lista tríplice para PGR, é recebido por Bolsonaro

presidente Jair Bolsonaro (PSL) se encontrou nesta terça-feira, 13, pela primeira vez, com subprocurador da República Mário Bonsaglia, nome mais votado na lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para a vaga de Procurador-Geral da República (PGR).

“Basicamente (o presidente falou sobre) a importância de compatibilizar preservação da Amazônia com desenvolvimento sustentável. Essa é minha posição também. (Ainda tratou da) factibilidade de proteger, respeitar direitos indígenas e, ao mesmo tempo, promover desenvolvimento sustentável”, disse Bonsaglia sobre a reunião.

O presidente Bolsonaro tem recebido nomes cotados à PGR que estão fora da lista tríplice. Entre os cotados estão Augusto Aras, Paulo Gonet e Lauro Cardoso. A reportagem apurou que Bonsaglia é o único dos nomes da lista que tem chances de ser nomeado à PGR, de acordo com interlocutores do presidente.

Bolsonaro não teria dito quando escolherá o novo PGR, segundo Bonsaglia. O subprocurador afirmou que não foi assunto da reunião se o nome escolhido sairá da lista tríplice da ANPR.

Bonsaglia declarou que Bolsonaro tem “legitimidade para escolher (o novo PGR) em função das propostas que entende mais correta”. Segundo o subprocurador, Bolsonaro não fez “questionamento ideológico” no encontro.

O primeiro colocado da lista tríplice disse que não tratou com o presidente sobre reservas indígenas, mas afirmou que o MPF tem uma “instituição plural” que pode “desenvolver reflexões” compatibilizar direitos de povos tradicionais e exploração econômica sustentável.

Veja também: Moro diz que força-tarefa da Lava Jato “tem que continuar”

Via
Terra
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios