Notícias

Menina de 13 anos mata sobrinho, irmã grávida e arranca bebê

Garota teria contado com ajuda de outro adolescente para cometer o crime. Menino queria bebê da vítima para mãe simular uma gravidez

Uma adolescente de 13 anos é apontada pela polícia de Rondônia como suspeita de matar o sobrinho de 7 anos e a irmã grávida Fabiana Pires Santana, 23 anos. A menina ainda teria arrancado o bebê da barriga da vítima. As informações são da Record TV.

Veja também: Previdência: CCJ do Senado aprova texto final da reforma. Votação segue para o plenário

Conforme as informações iniciais, Fabiana foi encontrada em uma cova rasa em um terreno atrás de um condomínio na zona sul de Porto Velho. Já o menino foi localizado em um lago.

De acordo com a Polícia Civil, a jovem contou com o apoio de um amigo, também adolescente, para cometer o crime. Fabiana foi morta com golpes de faca e uma barra de ferro.

A menina suspeita teria falado em seu depoimento que cometeu o crime porque sofria violência por parte da irmã e que o cunhado, inclusive, já havia abusado sexualmente dela.

Veja também: Deputado Federal Eduardo Bolsonaro receberá colar de honra ao mérito legislativo em São Paulo

Ainda segundo a Polícia Civil, o outro adolescente aceitou participar do crime com a intenção de arrancar o bebê de Fabiana. O jovem queria simular uma gravidez da mãe e, para isso, levaria o bebê da vítima.

A mãe do adolescente, que teria feito uma espécia de encomenda do bebê, não foi localizada pela polícia. Outras testemunhas ainda devem ser ouvidos.

Os dois adolescentes confessaram o crime e estão apreendidos.

Veja também: Rede de franquias lança primeira máquina automática de pizza do Brasil que prepara e vende pizzas em 3 minutos

Via
R7
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios