EconomiaPolítica

Ministério da Ciência anuncia investimento de R$100 milhões para pesquisas sobre o novo coronavírus

Pasta pretende investir no desenvolvimento de infraestrutura e tecnologias para auxiliar o combate à Covid-19

BRASÍLIA- O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) anunciou nesta sexta-feira o investimento de R$100 milhões de reais em pesquisas na área de saúde. Além de dois editais, um em parceria com o Ministério da Saúde e outro para subsidiar pesquisas encomendadas pela pasta, conforme o GLOBO antecipou, o MCTIC pretende investir no desenvolvimento de infraestrutura e tecnologias para auxiliar o combate ao novo coronavírus.

A primeira chamada pública para pesquisas contemplará estudos relacionados ao diagnóstico de covid-19,  desenvolvimento de vacinas e testes clínicos em pacientes, além de outros temas relacionados ao novo coronavírus. O edital, que será lançado pelo CNPq, terá R$ 20 milhões aportados pelo Ministério da Saúde e outros R$ 30 milhões vindos do Mctic. Os melhores projetos serão selecionados pelo governo para receber financiamento.

Outra chamada no valor de R$ 50 milhões será operada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para financiar sete projetos já encomendados pelo Ministério da Ciência. O recurso financiará projeto em rede nacional de sequenciamento em larga escala do código genético do vírus; ensaios clínicos utilizando medicamentos para combater a covid-19; estudo utilizando inteligência artificial para seleção de moléculas que possam inibir a replicação viral; ensaio clínico usando a seleção de moléculas feitas por inteligência artificial; pesquisa e inovação para kits diagnósticos  e, por fim, desenvolvimento de vacinas e projeto em ciências sociais para a análise do impacto da epidemia em profissionais de saúde e do confinamento social da população.

Um desses estudos, segundo o secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas, Marcelo Morales, já chegou a cinco moléculas que podem ser promissoras para impedir a replicação do vírus.

— Através de ferramentas de biologia computacional e inteligência artificial  os pesquisadores do laboratório nacional de Biociências , em tempo recorde, avaliaram cerca de 2 mil fármacos e chegaram nessas cinco moléculas. O próximo passo é fazer o teste dessas moléculas em células para ver se elas inibem o vírus — afirmou Morales.

Os outros R$ 20 milhões aplicados pelo Mctic financiarão o desenvovimento de melhores tecnológicas para auxiliar na crise em termos de infraestrutura.

—  A ciência é a única arma que temos para vencer o vírus. Esse ministério tem essa função estratégica — afirmou o ministro Marcos Pontes. —  Há um esforço geral do país para sair dessa situação e a ciência tem uma importância muito grande, porque realmente ataca a causa desse problema.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios