EconomiaPolítica

MJSP e UNESCO abrem processo seletivo para a contratação de profissional em projeto

A vaga será para atuação em diagnóstico e planejamento na ENAPRES

Brasília, – O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria Nacional de Justiça (Senajus), junto a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) abriram processo seletivo para contratação de um profissional para atuação em diagnóstico e planejamento na Escola Nacional de Prevenção e Solução de Conflitos (ENAPRES). Currículo deve ser enviado até 21 de julho.

O cargo irá realizar análises das atividades, processos e sistema de governança da ENAPRES, a partir de referências nacionais e internacionais, de modo a identificar desafios e oportunidades para o seu desenvolvimento. É desejável que o candidato tenha conhecimento teórico e experiência na área dos métodos de prevenção e solução de conflitos.

É requisito obrigatório o candidato ter formação acadêmica em instituição de educação superior devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou reconhecida no exterior em pelo menos uma das seguintes áreas: Direito, Economia, Pedagogia, Psicologia, Administração, Gestão Pública ou Ciência da Informação. Contar com experiência profissional comprovada em planejamento, implementação e/ou avaliação de projetos na área de ensino. Ainda, ter boa leitura em inglês e espanhol e boa capacidade analítica.

A ENAPRES

A Escola Nacional de Prevenção e Solução de Conflitos, criada em 2019, no âmbito do Departamento de Promoção e Políticas de Justiça da Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública, é uma ferramenta que visa contribuir com a formulação e a oferta de capacitações, treinamentos, cursos, materiais pedagógicos e didáticos, além de  pesquisas acadêmicas sobre os meios alternativos de solução de conflitos.

Informações: Ministério da Justiça e Segurança Pública

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios