Polícia

Modelo morre baleada e delegado é ferido a tiros em apartamento no ABC Paulista

Priscila Barrios morreu baleada e Paulo Bilynskyj foi para UTI nesta quarta (20) em São Bernardo do Campo. Corregedoria da Polícia Civil vai apurar o que ocorreu, segundo pasta da Segurança.

Uma modelo morreu baleada e um delegado ficou ferido ao ser atingido por disparos na manhã desta quarta-feira (20) dentro do apartamento dele em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Priscila Delgado de Barrios, com cerca de 27 anos, não resistiu e faleceu. Paulo Bilynskyj, de aproximadamente 33 anos, foi socorrido em estado grave a um hospital, onde estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou por meio de nota que a Corregedoria da Polícia Civil irá apurar as causas e circunstâncias do que ocorreu dentro do imóvel onde o delegado e a modelo estavam.

Policiais ouvidos pela reportagem ainda tentam entender o que aconteceu no apartamento. Informações preliminares obtidas pela investigação, mas ainda não confirmadas, são de que o delegado e a modelo eram namorados e teriam discutido, depois ela teria atirado nele e se matado em seguida. Outras hipóteses também estão sendo apuradas.

A versão de que a modelo atirou no delegado foi feita pelo próprio Paulo no hospital para onde ele foi levado. Ela foi dita por ele num vídeo que circula nas redes sociais de outros policiais.

“Ontem [terça-feira, dia 20], Priscila, minha namorada viu uma mensagem de antes de ela ir para minha casa. Hoje [quarta-feira], antes de eu sair do banho, ela deu seis tiros em mim. Depois deu um tiro nela mesma”, diz Paulo no vídeo. “Eu estou em estado grave, vou passar por cirurgia”.

Inicialmente, policiais que atenderam a ocorrência tinham dito à imprensa que as vítimas eram um delegado e uma delegada. A informação foi corrigida.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios