Polícia

Morre mulher incendiada pelo ex-namorado em Nova Friburgo; homem está preso e confessou intenção de matar duas amigas

Na segunda-feira, Rodrigo Marotti trancou Alessandra Vaz e Daniela Mousinho no banheiro de casa e ateou fogo no imóvel: as duas morreram. Nesta quinta, protesto reuniu dezenas de pessoas

Preso em flagrante na madrugada da última terça-feira, após ter trancado a ex-namorada, Alessandra Vaz, e a amiga, Daniela Mousinho, num banheiro e, em seguida, ter colocado fogo na casa, na noite de segunda, o engenheiro de produção Rodrigo Marotti confessou à polícia que queria matá-las, e que sabia que elas não teriam como escapar do local.

Veja também: Diretor do BNDES pede afastamento do cargo após crise entre funcionários e comando do banco

Daniela morreu na quarta-feira. Nesta sexta-feira, Alessandra também não resistiu às queimaduras e morreu num hospital particular, para onde havia sido transferida, após primeiro atendimento no Hospital municipal Raul Sertã.

O casal estava separado há três meses e, de acordo com vizinhos, que foram ouvidos na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Friburgo, não tinham histórico de brigas. Na polícia, também não há registro de agressões. À investigação, Rodrigo disse que, após terem se separado, os dois tiveram desavenças em relação a uma empresa que os dois tinham juntos.

De acordo com a Deam de Nova Friburgo, outras testemunhas ainda serão ouvidas.

Daniela Mousinho, amiga de Alessandra Vaz, ex-namorada do assassino confesso, morreu na quarta-feira: ela teve 90% do corpo queimado Foto: Reprodução / Redes sociais
Daniela Mousinho, amiga de Alessandra Vaz, ex-namorada do assassino confesso, morreu na quarta-feira: ela teve 90% do corpo queimado Foto: Reprodução / Redes sociais

Revolta e pedidos de justiça

Nesta quinta-feira, um grupo de dezenas de mulheres e jovens organizou um protesto, motivado pelo caso, no distrito de São João da Serra, em Nova Friburgo, contra o feminicídio.

Veja também: Jane Fonda, 81 anos, é presa por protestar contra mudanças climáticas

Outros dois atos, nos distritos de Lumiar e no Centro do município também estão previstos para domingo e sexta-feira da próxima semana (18).

Mulheres se uniram contra o feminicídio nas ruas de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo Foto: Reprodução / Multiplix / Isadora Jaron
Mulheres se uniram contra o feminicídio nas ruas de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo Foto: Reprodução / Multiplix / Isadora Jaron

 

Nas redes sociais, muitas pessoas também se manifestaram. Umas em solidariedade e mensagens de positividade para Alessandra, que ainda lutava pela vida, com 80% do corpo queimado.

Outras, procuraram a página de Marotti, onde escreveram palavras de ódio e pedidos de justiça.  Daniela Mousinho, a amiga de Alessandra, que teve 90% do corpo queimado, também não resistiu, e morreu na última quarta-feira: ela deixou uma filha de 19 anos.

Meninas e mulheres: todas se uniram na quadra do distrito de São Pedro da Serra para protesto contra o feminicídio Foto: Reprodução / Multiplix / Isadora Jaron
Meninas e mulheres: todas se uniram na quadra do distrito de São Pedro da Serra para protesto contra o feminicídio Foto: Reprodução / Multiplix / Isadora Jaron

Via
O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios