Economia

MP que libera os saques do FGTS vai apertar o cerco contra os devedores

País tem 225 mil empresas com dívidas de R$ 32 bilhões com o Fundo

BRASÍLIA – A partir de agora, os empregadores terão que informar ao governo todos os débitos com o Fundo de Garatia do Tempo de Serviço (FGTS). A determinação consta da medida provisória, assinada na quarta-feira, que flexibiliza os saques do Fundo . A expectativa é de que a declaração possa agilizar a fiscalização.

Hoje, 225 mil empresas estão inscritas na dívida ativa por débitos com o FGTS, com um valor que chega a R$ 32 bilhões.

A empresa que não fizer a declaração estará sujeita a multa de R$ 100 a R$ 300 por funcionário. Estima-se que a medida tenha impacto bilionário na arrecadação do fundo.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios