Notícias

Mulher trancada em casa que foi incendiada por ex de amiga morre em hospital no RJ

Daniela Mousinho da Silveira, de 47 anos, teve 90% do corpo queimado em Nova Friburgo e morreu na manhã desta quarta-feira (9).

Daniela Mousinho da Silveira, de 47 anos, uma das mulheres trancadas em uma casa que foi incendiada em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, morreu na manhã desta quarta-feira (9) no Hospital Estadual Melchiades Calazans, em Nilópolis. A mulher teve 90% do corpo queimado.

Veja também: STF: estados devem repassar a municípios 25% dos royalties do petróleo

O caso aconteceu na noite de segunda (7) no distrito Mury. O suspeito foi preso em flagrante na madrugada de terça (8) e confessou o crime. O homem é ex-companheiro da artista plástica Alessandra Vaz, amiga de Daniela e que também ficou ferida.

Segundo a Polícia Civil, Rodrigo Alves Marotti, de 30 anos, contou aos investigadores que tinha uma sociedade com a ex e que ela não estava cumprindo a parte dela no acordo após o fim do relacionamento, o que o levou a perder a cabeça.

O homem fugiu no carro de uma das vítimas após incendiar a casa e acabou se envolvendo em um acidente. O suspeito buscou ajuda em posto da Polícia Militar em Lumiar, e os agentes o levaram para a delegacia.

Veja também: Ministro responsabiliza governos passados por problemas na política ambiental

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado, mas quando chegou ao local as vítimas já tinham sido retiradas do imóvel com ajuda de vizinhos.

Alessandra está internada em um hospital particular em Nova Friburgo. Segundo a unidade, ela está em estado gravíssimo, com 80% do corpo queimado. A unidade informou que a vítima está respirando com ajuda de aparelhos.

O suspeito foi transferido para uma unidade prisional no Rio de Janeiro na manhã desta quarta e o caso é investigado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios