Mundo

Pelo menos 4 pessoas morrem em tiroteio na Califórnia

Quatro pessoas morreram e seis ficaram feridas nesse domingo (17) à noite, em um tiroteio numa residência em Fresno, no estado da Califórnia, costa oeste dos Estados Unidos, informaram as autoridades locais.

De acordo com o chefe de Polícia de Fresno, Michael Reid, o tiroteio ocorreu numa residência, onde cerca de 35 pessoas, incluindo crianças, assistiam a um jogo de futebol.

Um ou mais atiradores entraram na residência e “abriram fogo no jardim, onde estava a maioria das pessoas”, acrescentou.

Três pessoas morreram no local, “todos homens asiáticos de 25 a 30 anos”, e uma quarta pessoa, transportada em estado crítico para o hospital, morreu devido aos ferimentos.

Seis pessoas ficaram ligeiramente feridas e não correm risco de morte, informou Reid.

A polícia analisou imagens de video da casa e recolheu testemunhos dos vizinhos, que alertaram as autoridades quando ouviram os tiros por volta das 18h de domingo (2h de segunda-feira em Lisboa), para tentar identificar e localizar os atiradores.

*Emissora pública de televisão de Portugal

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios