Economia

Petrobras vai vender Liquigás por R$ 3,7 bilhões a consórcio liderado pela Copagaz

Venda foi confirmada na manhã desta quinta-feira pela petrólífera

A Petrobras confirmou, na manhã desta quinta-feira, a venda da totalidade de sua participação na Liquigás ao consórcio formado por Copagaz , Itaúsa e Nacional Gás Butano . De acordo com a estatal, a oferta de R$ 3,7 bilhões feita pelo consórcio foi a melhor.

Veja também: Estudante invade escola em MG e atira contra colegas em sala de aula

“Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas”, diz a Petrobras.

A petrólífera esclarece, em seu comunicado, que a transação ainda será submetida à aprovação pelos órgãos competentes da Petrobras e as etapas subsequentes do projeto serão divulgadas ao mercado.

De acordo com fontes, Copagaz é a líder do consórcio com 80% da participação e será a controladora da companhia, enquanto Itaúsa terá uma participação minoritária relevante, seguida da Nacional Gás.

No fim de agosto, a Petrobras anunciou que o consórcio formado pelas três companhias havia apresentado a melhor proposta de oferta vinculante para comprar a Liquigás. Segundo a estatal, por ter apresentado a melhor proposta, o consórcio foi chamado para participar da fase de negociação dos contratos. A previsão era que a operação de venda seria fechada até este mês.

Veja também:‘Madame do crime’ é absolvida e pode ficar solta no interior de SP

De acordo com fontes do mercado, naquela ocasião, outros dois grupos teriam apresentado proposta: o fundo árabe Mubadala e o consórcio GP Investiments, Consigaz.

A venda da Liquigás faz parte do programa de desinvestimentos da Petrobras que já arrecadou US$ 15,1 bilhões no primeiro semestre deste ano. A Petrobras chegou a vender a Liquigás em 2017 ao grupo Ultra por R$ 2,8 bilhões, mas, no ano passado, a operação foi cancelada por determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Veja também: Operação da PM no Morro do Borel tem quatro baleados

O órgão considerou que ocorreria uma grande concentração de mercado, uma vez que o Ultra é controlador da Ultragaz, líder do mercado, e a Liquigás é a segunda no mercado.

Via
O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios