Polícia

PF e PRF fazem maior apreensão de maconha da história do Brasil

Carreta transportava 28 toneladas de maconha em meio à carga de milho

Uma operação em conjunto da Polícia Federal de Ponta Porã e da delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Dourados realizou nesta terça-feira (20) a maior apreensão de maconha do Brasil em todos os tempos.

São 28 toneladas da droga que estavam sendo levadas para a cidade de São Leopoldo no Rio Grande do Sul. A apreensão aconteceu na rodovia MS 295 entre os municípios de Iguatemi e Tacuru na fronteira com o Paraguai de onde saiu a maconha.

Os policiais estavam em uma barreira quando abordaram o condutor de uma carreta Volvo com placas JAK 1C49 de Pelotas no Rio Grande do Sul e perceberam e sentiram o cheiro da droga. A carreta estava carregada com milho a granel e em meio a carga centenas de fardos de maconha que pesaram 28 toneladas e 20 quilos da droga se tornando a maior apreensão individual da história policial brasileira.

Segundo informações o motorista e dono da carreta de 38 anos, morador em Garibaldi no interior gaúcho, disse que levaria a maconha para São Leopoldo e a nota de transporte de milho tinha como destino Farroupilha.

Somente seis toneladas de milho foram retiradas da carreta que deveria transportar 40 toneladas de grãos.

A carreta com a carga recorde de maconha foi levada para a Polícia Federal de Ponta Porã onde o condutor foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios