DestaquePolícia

Polícia identifica mentor de assalto que levou 760kg de ouro de Cumbica

Conhecido como 'Velho', homem tem passagens por roubo a carro-forte.

A Polícia Civil investiga se o ouro roubado do aeroporto de Guarulhos há doze dias está sendo contrabandeado em pequenas partes para a China, onde o metal vale mais do que os R$ 110 milhões no Brasil.

Além de roubar as barras de ouro, a quadrilha levou uma carga de esmeraldas e de relógios de luxo, de acordo com o chefe da delegacia de roubos a bancos Pedro Ivo Corrêa dos Santos em entrevista coletiva nesta terça-feira (5).

No total, foram 15 quilos de esmeralda que iam para a Índia, 18 relógios de luxo que iam para a Suiça e mais 51 quilos de ouro que iam para Dubai.

Seis presos
Dos seis criminosos identificados pela polícia, quatro estão presos. O caso começou a ser desvendado com confissão de Peterson Patrício – o supervisor de segurança do aeroporto de Cumbica.

Na confissão, ele disse que “esta empreitada já havia sido orquestrada desde o começo do ano e realizada sem sucesso em outras duas ocasiões”. Disse ainda que “os valores auferidos com o crime seriam distribuídos em partes iguais para todos os integrantes da quadrilha”.

De acordo com o inquérito, Peterson Patrício disse que foi Peterson Brasil, um amigo de infância dele, quem juntou os outros integrantes do bando. Patrício revelou ainda onde o grupo costumava se reunir.

Em um desses locais, a polícia encontrou imagens e conseguiu identificar outros criminosos. O mentor do assalto, segundo a investigação, é Francisco Teotoônio da Silva Pasqualini, conhecido como Velho. Ele é cunhado de Peterson Brasil e desapareceu depois do assalto em Cumbica.

De acordo com o delegado, Pasqualini já tem várias passagens pela polícia.

“Foi preso primeira vez em 1982, já participou de roubo a carro-forte da própria Brinks em 1983, é um indivíduo bastante conhecido da polícia, um criminoso reincidente, então, foi identificado esse líder”, afirmou.

Marcelo Ferraz da Silva, o Capim, preso no sábado (3), é apontado como o chefe operacional do bando. Segundo as investigações, Joselito de Souza providenciou as viaturas clonadas da Polícia Federal usadas na ação.

O advogado de defesa de Peterson Patrício contesta a versão da polícia e diz que o cliente dele é inocente. Os advogados de defesa dos outros citados não foram localizados.

Ouro
Os investigadores apuram agora se os mais de 760 quilos de ouro estão sendo exportados para a China disfarçados em pequenas partes. Filetes pequenos de 9cm x 6cm podem estar sendo colocados dentro de celulares e encaminhados para a o país asiático.

Na segunda-feira (5), a polícia prendeu um chinês que é comerciante na região do Brás. Ele estava com quase um quilo e meio de ouro na Avenida Paulista. A polícia ainda não vê relação com a carga roubada no aeroporto, mas como ele não tinha a documentos que comprovassem a origem do produto, foi autuado por evasão de divisas. O advogado de defesa João Victor Abreu disse que o ouro estava sendo comercializado de forma legal.

“Ele tinha esse ouro, no momento da prisão, sem conseguir declarar a origem desse monta e aí ele foi detido para prestar esclarecimentos e, no decurso das investigações, nós iremos comprovar as devidas origens do material apreendido”, afirmou.

 

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios