Polícia

Polícia investiga maus-tratos e manutenção de cachorros mortos em freezer na casa de ex-presidente da Suipa

Izabel Cristina morreu em 2016 e deixou imóvel para a ONG

A Polícia Civil abriu uma investigação para apurar a suspeita de maus-tratos a animais que vivem em um imóvel em Niterói, na região metropolitana do Rio, que pertencia à antiga presidente da Suipa. No local, de acordo com denúncias recebidas pela polícia, há cachorros doentes, urinando sangue, e os animais ficam muitas vezes sem comida ou água. Ainda segundo as informações, a limpeza do imóvel e precária e os cães ficam em meio às fezes que não são recolhidas. Há também a denúncia de que cães mortos costumam ser mantidos em um freezer na casa.

O inquérito foi aberto na 79ª DP (Jurujuba) após as denúncias terem sido recebidas. Na terça-feira, um policial da unidade esteve no imóvel, mas o local estava limpo. Ele teve informações de que a limpeza da casa havia sido feita na véspera.

Segundo informações preliminares obtidas pela polícia, a casa pertencia à antiga presidente da Suipa, Izabel Cristina, que morreu em 2016, mas foi deixada por ela em testamento para a ONG. A responsável pela denúncia relatou que soube por um funcionário da Suipa sobre a situação do imóvel. Ele relatou que os animais ficam sem comida porque a ração fica trancada dentro de um cômodo, e a limpeza não é frequente, por isso os cães ficam em meio às suas próprias fezes e urina. Além dos cachorros, também havia um macaco e uma arara no local, que foram recolhidos pela Guarda Florestal de Niterói nesta semana.

A mulher que esteve na delegacia para denunciar a situação do imóvel, presidente de uma ONG de proteção animal, também apresentou uma notícia-crime na Justiça, na última terça-feira, alertando sobre as condições dos animais na casa.

O atual presidente da Suipa, Marcelo Marques, confirmou que a casa era de Izabel Cristina e foi deixada em testamento para a ONG. Ele afirmou ainda que mantém uma equipe da Suipa no local e negou as denúncias

– Ali não é uma unidade da Suipa, mas sim a casa da antiga presidente. No falecimento dela, a Suipa passou a cuidar desses animais. O que está acontecendo é que um funcionário que não está satisfeito com algumas regras resolveu denúncias. A Suipa está funcionando há 77 anos, cuidando dos animais, e nada disso procede – afirmou.

Marques também contou que Izabel deixou todo o patrimônio que possuía para a Suipa, mas os bens ainda estão em processo de inventário.

– Mas, independentemente disso, nós cuidamos desses animais, sem, no entanto, entrar em detalhes do funcionamento do imóvel, alegando que dará os esclarecimentos necessários à polícia e à Justiça.

De acordo com o delegado Bruno Gilaberte, titular da 79ª DP, todos os envolvidos serão chamados para prestar depoimentos.

– Os envolvidos devem ser ouvidos nos próximos dias. É uma questão de saúde pública – afirmou o delegado.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios