Polícia

Polícia prende suspeito de integrar facção com carros de luxo e aviões

Foram apreendidos veículos de luxo, cocaína, armas e nove aeronaves, utilizadas para o transporte de drogas, armas e dinheiro

Um suposto integrante de uma organização criminosa foi preso por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) na quarta-feira (4). Ele é suspeito de atuar como principal agenciador de negócios da facção. A ação da polícia começou na segunda-feira (2).

Veja também: Vendas de supermercados sobem 4,3% em outubro

O principal suspeito era um empresário de origem portuguesa, conhecido como Murruga, detido em Paulínia, região de Campinas. Foram apreendidos veículos de luxo, cocaína, armas e nove aeronaves. Os aviões faziam parte de uma frota utilizada para transporte de drogas, armas e dinheiro.

As informações sobre o empresário surgiram durante a prisão de outro suposto integrante do crime organizado, detido em agosto deste ano e responsável pela movimentação de dinheiro e drogas de uma facção.

As investigações revelaram que outro português também estava envolvido no esquema. A princípio, o homem conhecido como Murruga aparecia nas investigações como doleiro.

As investigações sobre suas atividades revelaram uma relação mais participativa nas atividades criminosas. Segundo a polícia, devido ao conhecimento adquirido na compra e venda de dinheiro, o empresário passou a atuar como um agenciador de prestação de serviços.

Veja também: Presidente da CCJ pressiona presidente do Senado e da Câmara ao pautar prisão em 2ª instância

Ele teria passado a resolver problemas de logísticas e lavagem de dinheiro. Segundo a polícia, ele agenciava aviões para transporte de drogas das principais regiões produtores. Também carregava armas para abastecer os criminosos e dinheiro de outros países para o Brasil. Para isso utilizava aeroportos em cidades próximas à capital paulista.

Carros de luxo também foram apreendidos

Carros de luxo também foram apreendidos

Divulgação SSP

A operação da polícia começou na segunda-feira por meio do cumprimento de mandados de busca e apreensão. O homem foi preso em um condomínio fechado no Jardim Fortaleza, em Paulínia.

A equipe da 2ª Delegacia afirma ter encontrado com ele um tijolo de cocaína. A peça funcionava como um mostruário aos interessados em comprar o entorpecente.

Também foram apreendidos veículos importados: um Mini Cooper S, dois BMW X6, uma picape Volkswagen Amarok, Cam AM Maverick e uma motocicleta Harley Davidson. E os nacionais: um Honda HR-V e um Volkswagen Voyage.

As equipes da 2ª Patrimônio estiveram também no aeroporto de Bragança Paulista. No local foram apreendidas nove aeronaves em um mesmo hangar. Também três pistolas, um revólver e uma espingarda calibre 12.

Veja também: Adolescente que desapareceu após ir à padaria no Rio ainda não foi encontrado; Mãe agradece mobilização

A última etapa aconteceu na quarta-feira em um escritório no Tatuapé, na zona leste. Os policiais apreenderam computadores utilizados em negócios. Principalmente transferência de valores utilizando como moeda o bitcoin, tipo de dinheiro virtual. Ele responde por associação ao tráfico, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Via
R7
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios