Política

Previdência: Plenário da Câmara começa a discutir reforma

Parlamentares precisam, primeiro, aprovar a quebra de interstício de cinco sessões para apreciar o assunto

BRASÍLIA – O plenário da Câmara dos Deputados começou a discutir a reforma da Previdência no início da noite desta terça-feira. Antes de votar o texto base da proposta, em segundo turno, os parlamentares precisam aprovar a quebra de interstício de cinco sessões para apreciar o assunto. Isto será preciso porque não houve sessão da Casa na segunda-feira, diante da falta de quórum. A reforma foi aprovada em primeiro turno no dia 10 de julho.

O líder da Maioria, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), disse que a ideia é aprovar o texto base da reforma e alguns destaques ainda na noite desta terça-feira. Ficou acertado que os partidos da oposição apresentarão sete destaques para retirar alguns pontos da proposta. Entre elas mudanças nas regras da pensão por morte na fórmula de cálculo do benefício. A oposição fará obstrução, mas ela será mais simples, disse Ribeiro.

Segundo ele, o placar de votação do texto base deverá ficar um pouco abaixo do registrado no primeiro turno, que foi de 379 votos. Alguns parlamentares não conseguiram retornar do recesso a tempo de votar a matéria.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios