NotíciasTecnologia

Procura por apps de chamada de vídeo aumenta durante a quarentena

Foram 62 milhões de downloads mundiais em apenas uma semana

Por conta do isolamento social exigido durante a quarentena como medida para evitar mais contágios por coronavírus, as populações dos países afetados pela doença buscaram alternativas tecnológicas para se manter em contato. Seja para falar com parentes e matar a saudade de amigos, ou para reuniões empresariais, as plataformas e os aplicativos de chamada de vídeo se tornaram uma alternativa viável e muito procurada para aproximar pessoas e possibilitar discussões.

De acordo com pesquisas da App Annie, aplicativos de videochamadas receberam 62 milhões de downloads apenas  durante a primeira semana de março. Outra empresa de pesquisas, a Apptopia, afirma que as ferramentas mais utilizadas atualmente para reuniões online são a Zoom, o Skype e sua versão empresarial, Skype Business, e o Hangouts Meet da Google. Todas elas foram beneficiadas durante o isolamento com um aumento significativo no número de acessos e login desde que empresas de todo o mundo optaram por promover o home office.

Porém o destaque está na Zoom Video Communications, que, a partir do dia 8 de março, apresentou um salto de quase 300% no número de usuários. A startup americana, além de oferecer reuniões ao vivo por vídeo, também permite trabalhar em equipe em tempo real e trocar mensagens de texto. A empresa já conta com mais de dois mil funcionários e mais de 82 mil clientes.

A plataforma, que foi inicialmente criada para fins corporativos, agora ganha também outros usos: aulas, shows, reuniões familiares e cerimônias religiosas são transmitidas atualmente, através da Zoom. O caminho contrário a esse também está acontecendo com outros softwares, e o WhatsApp é um dos exemplos. O app, que está presente no celular de 77 milhões de brasileiros, de acordo com pesquisas da Statista, foi criado em 2009, com o intuito de possibilitar bate-papos informais e substituir o tradicional e caro SMS, mas, hoje, é muito presente no meio comercial.

Além da versão Business, lançada em 2018, que oferece soluções próprias para os negócios amparando e incentivando as empresas que optam por utilizar o WhatsApp Marketing como parte da estratégia de contato com os clientes, a empresa anunciou no fim de abril outra inovação que poderá ajudar funcionários e empregadores: o aplicativo dobrará a capacidade de pessoas em chamadas de áudio e vídeo em sua próxima atualização.

Essa ferramenta já era utilizada por empresas a partir dos grupos e também de ligações coletivas. Porém, até o momento, o aplicativo permite apenas a conexão simultânea de quatro pessoas por chamada, mas, em sua próxima versão, será estendida para oito participantes. O número ainda é pequeno se comparado à atual líder desse segmento, a Zoom, que tem capacidade de 100 usuários interativos simultâneos, mas facilitará a troca de ideias para fins formais ou não.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios