Mundo

Protestos se intensificam em Hong Kong

Protestos em grande escala ocorreram em Hong Kong enquanto a polícia usava gás lacrimogêneo a fim de dispersar os manifestantes.

Uma grande multidão foi às ruas nesse domingo (30), a fim de dar as boas vindas à legislação americana que apoia os direitos humanos e a democracia em Hong Kong.

Os manifestantes também fizeram uma marcha, exigindo que o governo de Hong Kong aceite suas reivindicações, que incluem a introdução de voto direto para a escolha do chefe do Executivo do território. Os organizadores disseram que 380 mil pessoas participaram da marcha.

À tarde, a polícia disparou gás lacrimogêneo contra os manifestantes, alegando que alguns deles atiraram tijolos.

A mídia de Hong Kong relatou que alguns dos manifestantes jogaram coquetéis Molotov e vandalizaram restaurantes que acreditavam ser a favor de Pequim.

Em meio à crescente frustação, um grupo pro-democracia pretende realizar grande manifestação no próximo domingo (8), em seguida a outra organizada pelo grupo, com a participação de cerca de 1 milhão de pessoas.

*Emissora pública de televisão do Japão

Via
FONTE: EBC
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios