CuriosidadesNotícias

Quarentena de casal da Costa Rica é em casa com 31 filhos

Estão há seis semanas confinados

Oconfinamento a que o novo coronavírus obriga é um desafio para muitas famílias que estão, nos últimos tempos, determinadas a passar semanas sob o mesmo teto em prol da segurança com a saúde. No entanto, poucas são as famílias que passam a quarentena com… 31 filhos, como é o caso de Melba Jimenez e Victor Guzman.

O casal da Costa Rica está há seis semanas em quarentena com os 31 filhos adotivos. “É uma questão de vida ou morte. Temos que tomar conta de nós”, começou por dizer Jimenez, em declarações à Reuters.

A adoção não é algo novo para o casal, que é responsável pela educação de mais de 150 crianças, das quais foram tomando conta ao longo das últimas quatro décadas.

Leia mais: 

A iniciativa surgiu depois que os médicos salvaram um dos seus seis filhos biológicos de um tumor cerebral.

Jimenez, de 68 anos, e Guzman, de 74, vivem da aposentadoria, e os vizinhos admiram a dedicação do casal em criar tantas crianças. Espaço na casa não falta, uma vez que a família recebeu, de forma anônima, uma espaçosa casa em San José.

Durante a quarentena, o desafio é manter os mais novos ocupados. “É uma linda experiência. É bom e difícil”, admitiu Jimenez.

“Não podemos dizer que é tudo fácil. Temos que procurar coisas interessantes para eles fazerem, mudar a rotina, para que eles não fiquem estressados”, acrescentou.

As tarefas são distribuídas e os mais velhos são encarregados de irem ao supermercado. Para Maritza Martinez, uma das filhas do casal, esta é uma oportunidade para “aproveitar a família”.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios