NotíciasSaúde

Quatro pacientes de UTI tiveram alta em SP com uso de hidroxicloroquina

Pelo menos quatro pacientes que estavam na UTI em estado grave no Hospital Igesp, em São Paulo, receberam alta após sete dias de uso de hidroxicloroquina em associação com outras medicações.

De acordo com Dante Senra, médico cardiologista e coordenador das UTI’s do hospital, foram “avaliados criteriosamente os protocolos internacionais” e 12 altas hospitalares de pacientes confirmados com coronavírus e altamente suspeitos também foram dadas.

7f84fe0f044c7a2b

“Até onde sabemos, fomos o primeiro hospital no Brasil a utilizar o medicamento”, disse, com exclusividade ao VivaBem.

Senra ainda afirma que, apesar de esperançosos, os resultados ainda são iniciais.

“A impressão é muito favorável, mas como se trata ainda de um número pequeno, não há como estabelecer uma relação de causa e efeito. Até porque não há estudos multicêntricos ainda.”

Causa e efeito

Senra explicou que os resultados não fazem parte da coalizão Covid-19, feita pelo Hospital Israelita Albert Einstein, HCor, Sírio Libanês e BRICNet, uma rede que realiza estudos clínicos na área de medicina intensiva.

O especialista ainda fez questão de ressaltar que não há comprovação de causa e efeito do uso da hidroxicloroquina.

Ou seja, não é possível garantir que os pacientes foram curados graças ao medicamento.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios