Economia

Reforma da Previdência segue para o Senado com economia de R$ 933 bi

A reforma segue para o Senado. O principal ponto a ser discutido deve ser a inclusão de estados e municípios por meio de uma proposta de emenda constitucional paralela

Câmara rejeita oito destaques e conclui votação da reforma da Previdência
A Câmara dos Deputados concluiu a tramitação da reforma da Previdência ontem ao rejeitar oito destaques que poderiam mudar pontos específicos do texto. O resultado manteve a previsão de economia com as novas regras em R$ 933 bilhões em dez anos.

O que foi dito: o ministro Paulo Guedes (Economia) foi ao plenário e agradeceu ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O que acontece agora: a reforma segue para o Senado. (Entenda os próximos passos) . O principal ponto a ser discutido deve ser a inclusão de estados e municípios por meio de uma proposta de emenda constitucional paralela. Guedes tenta articular com senadores a criação do regime de capitalização, que foi rejeitado por deputados.

Em paralelo: Rodrigo Maia afirmou que vai instalar na próxima semana a comissão para analisar a reforma da Previdência dos militares.

 

Viu isso?
De volta: a Polícia Federal prendeu na manhã de hoje o empresário Eike Batista . Também houve operações de busca na casa de seus dois filhos mais velhos, Olin e Thor.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios