JustiçaLava Jato

Relator conclui voto sobre condenação de Lula no caso do sítio de Atibaia

Desembargador terminou análise do recurso e enviou o processo ao revisor Leandro Paulsen, que marcará o julgamento do petista

 

SÃO PAULO — O desembargador João Pedro Gebran Neto concluiu nesta quarta-feira o seu voto sobre o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a condenação no caso do sítio de Atibaia .

Gebran enviou o processo para o revisor da oitava turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) — que analisa as sentença da Lava-Jato de Curitiba — para o gabinete do desembargador revisor Leandro Paulsen, que marcará o julgamento do ex-presidente e de outros réus que também respondem ao processo.

Lula é acusado de aceitar reformas no sítio de Atibaia feitas pela Odebrecht e OAS, com dinheiro de propina decorrente de contratos da Petrobras, no valor de R$ 1 milhão.

Em fevereiro, o ex-presidente foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro neste processo sobre o sítio. O petista foi sentenciado pela juíza Gabriela Hardt, substituta da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Esta é a segunda condenação de Lula na Lava-Jato. Ele cumpre pena na sede da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril do ano passado devido à condenação no caso do tríplex do Guarujá.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios