PolíciaRio de Janeiro

Rio: operação prende suspeitos de violência contra a mulher

Operação Athena marca 14 anos da Lei Maria da Penha

Policiais civis cumprem hoje (13) mais de 100 mandados de prisão de foragidos da Justiça por crimes de violência contra a mulher no Rio de Janeiro. A operação Athena está sendo coordenada pelo Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM), da Polícia Civil do Rio, em homenagem aos 14 anos da Lei Maria da Penha.

Os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça a partir de inquéritos policiais concluídos por delegacias do estado, mas não inclui foragidos que estejam dentro de comunidades controladas por grupos criminosos armados, devido à restrição de operações em favelas durante a pandemia de covid-19, imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com a diretora do DGPAM, delegada Sandra Ornellas, somente em 2019 as delegacias de atendimento à mulher no Rio indiciaram 16.703 suspeitos de violência doméstica e familiar e solicitaram 20.930 medidas protetivas de urgência.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios