NotíciasSaúde

Saúde vacina 90,66% dos idosos, segunda etapa começa nesta quinta

O Ministério da Saúde informou que até segunda-feira (13), 18,9 milhões de idosos (90,66%) tinham sido vacinados contra a gripe no país, ultrapassando a meta de 90% de cobertura para esse público. Nessa primeira fase da campanha também foram vacinados 3,8 milhões (75,5% da meta) de trabalhadores da saúde. Na quinta-feira (16), começa a segunda etapa da vacinação contra a gripe.

Para esta fase, o governo antecipou a vacinação dos povos indígenas, que seriam contemplados na terceira etapa, que começa em 9 de maio. De acordo com o Ministério da Saúde, a medida foi necessária pela vulnerabilidade para adoecimento e complicações por gripe dessa população. Assim como os motoristas e cobradores de transporte coletivo, que somam quase 700 mil profissionais no Brasil, e também serão vacinados a partir desta quinta-feira.

“O transporte e a entrega de cargas são serviços essenciais durante a pandemia de covid-19. Por isso, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivo, além de trabalhadores portuários se juntam ao grupo prioritário da segunda fase da campanha”, informou o ministério.

Profissionais dessas três categorias devem buscar a vacina em qualquer serviço público de vacinação do país, independente do seu estado de residência, pois transitam em todo o Brasil. Para comprovação, o Ministério da Saúde recomenda a apresentação de algum documento, como carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes ou carteira de habilitação categorias C ou E.

Com as alterações, os professores, que seriam contemplados nessa fase, passam a integrar o grupo prioritário da terceira etapa, tendo em vista que as aulas estão suspensas. Também integram o público da segunda fase, doentes crônicos, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, população carcerária e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em unidades socioeducativas.

Leia mais: 

A campanha foi iniciada no dia 23 de março, antecipando a vacinação dos idosos e trabalhadores da saúde, como ação de enfrentamento à pandemia. Esta vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, segundo o Ministério da Saúde, auxiliará os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, para chegar mais rapidamente a conclusão do diagnóstico de coronavírus. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.

A terceira fase da campanha ocorrerá a partir de 9 de maio, para professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, pessoas acima de 55 anos e pessoas com deficiência. A campanha segue até 22 de maio para todos do público-alvo. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos. O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio.

Em 2020, até o dia 6 de abril, foram registrados 853 casos de influenza (gripe) em todo o país, com 100 mortes.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios