Política

Senado rejeita duas indicações para o CNMP de conselheiros alinhados à Lava-Jato

Lauro Machado Gomes e Dermeval Farias Gomes faziam parte do colegiado desde 2017

BRASÍLIA – O plenário do Senado rejeitou nesta quarta-feira duas reconduções para o Conselho Nacional do Ministério Público ( CNMP ). Os conselheiros Lauro Machado Gomes e Dermeval Farias Gomes, que compunham o colegiado desde 2017, tiveram os nomes derrotados por serem considerados como apoiadores da Lava-Jato pela maioria dos senadores.
Terceiro indicado à recondução no colegiado, Marcelo Weitzel teve seu nome retirado da pauta de votações pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-RJ), após a sequência de derrotas. A tendência é que o nome dele também seja derrotado pelo plenário.

Na semana passada, os três conselheiros negaram o afastamento cautelar do procurador Deltan Dallagnol , coordenador da Força-Tarefa da Lava-Jato em Curitiba, por suposta atividade político-partidária ao se manifestar contra a eleição do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para a presidência da Casa. O pedido foi indeferido por unanimidade.

Em agosto deste ano, os mesmos três conselheiros votaram contra uma representação feita pela senadora Katia Abreu (PDT-TO) no Conselho Nacional do Ministério Público. Eles votaram para manter o arquivamento de uma reclamação feita por ela contra o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava-Jato.

Reservadamente, senadores avaliam ter “pesado” na avaliação a postura considerada “corporativista” dos conselheiros ao longo do primeiro mandato no CNMP. Lauro estava no plenário durante a votação.

Via
O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios