Mundo

‘Senhora da morte’ do México morre em confronto com a polícia

Traficante que ostentava armas douradas nas redes sociais morreu após tiroteio com forças de segurança mexicanas na última sexta-feira

A traficante mexicana María Guadalupe López Esquivel, conhecida como “La Catrina” (personagem do Dia dos Mortos que é o esqueleto de uma dama da alta sociedade, a “Senhora dos Mortos”), que ostentava armas de ouro nas redes sociais, morreu na última sexta-feira (10) após um confronto com a polícia.

Veja mais: Depois das vigas da Perimetral, 54 trens somem no Rio

A criminosa tinha o apelido por causa de uma tatuagem de “La Catrina” que tinha na coxa direita. E foi essa marca que ajudou na identificação do corpo. Ela morreu enquanto era levada para o hospital após levar um tiro no pescoço durante tiroteio com policiais no estado de Michoacán, na região central do México.

Carreira no crime

López Esquivel, 21, chamava a atenção nas redes sociais por suas fotos com armas douradas, mas também era procurada pela polícia pela violência com que tratava rivais e homens das forças de segurança.

Ela era uma das líderes do cartel Nueva Generación (“Nova Geração”) de Jalisco, estado na costa oeste do México, no qual estava desde 2017, e chegou a comandar um dos grupos de sicarios (pistoleiros) da organização.

Em outubro do ano passado, ela participou do ataque a um comboio da polícia que deixou 13 policiais mortos e 9 feridos.

Veja mais:MPRJ diz que Dodge usou ‘argumentação falaciosa’ e causou ‘prejuízos incomensuráveis’ ao caso Marielle 

Via
R7
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios