NotíciasPolícia

Sobem para dez os casos de suspeita de contaminação por cerveja em BH

Força-tarefa que se reuniu nesta sexta-feira diz que três pessoas tiveram resultados positivos para dietilenoglicol no sangue; amostras de outros pacientes são analisadas

BELO HORIZONTE – Após se reunir na tarde desta sexta-feira em Belo Horizonte, a força-tarefa montada para esclarecer o caso da síndrome nefroneural que atinge a cidade informou que, ao todo, foram notificados dez pacientes com a doença, sendo que um faleceu.

A atualização não vem de um novo diagnóstico, mas do alinhamento dos dados entre os órgãos do Estado e dos municípios mineiros.

A Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais informou que três dos pacientes tiveram resultados positivos para a presença do dietilenoglicol no sangue, a mesma substância encontrada ontem na cerveja Belorizontina. Foram colhidas amostras de todas as pessoas que apresentam o quadro da síndrome e os resultados devem ser divulgados ao longo dos próximos dias.

Em nota, a força-tarefa informa que continua analisando as amostras de outros lotes de cerveja da marca Belorizontina.

A secretaria informou que está elaborando um novo protocolo clínico para intoxicação por dietilenoglicol, que deve auxiliar o tratamento e agilizar o diagnóstico.

O Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento (Mapa) decidiu interditar, nesta sexta-feira, a Cervejaria Backer, fabricante da cerveja Belorizontina. Segundo o Mapa, também foram apreendidos 16 mil litros de cerveja.

Nesta semana, um laudo preliminar da perícia criminal da Polícia Civil apontou a contaminação de duas amostras da bebida com a substância dietilenoglicol. A polícia investiga se a ingestão da cervejas teria provocado a insuficiência renal grave e alterações neurológicas nas pessoas internadas, no que vinha sendo chamado de “doença misteriosa”.

 

Via
POR: O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios