NotíciasSão PauloSaúde

SP mantém notificação apenas para casos graves de coronavírus e diz que segue Ministério da Saúde

Secretaria disse nesta segunda (6) que vai manter estratégia de notificar apenas casos graves e profissionais de saúde e que está alinhada com Ministério da Saúde.

Email encaminhado para unidades de saúde de SP pede que sejam notificados apenas casos graves da população em geral ou todos os casos em agentes de saúde — Foto: Reprodução
Email encaminhado para unidades de saúde de SP pede que sejam notificados apenas casos graves da população em geral ou todos os casos em agentes de saúde — Foto: Reprodução

A Secretaria da Saúde de São Paulo vai manter a orientação repassada a hospitais e postos de saúde para notificar apenas casos graves do novo coronavírus. A instrução foi revelada em 27 de março e provocou manifestação do Ministério Público de Contas do estado, que pediu que o governo voltasse a registrar em sistema todos os casos da doença, sejam eles leves ou graves. Na última quinta-feira (2), a Promotoria de Direitos Humanos do Ministério Público do Estado de São Paulo também instaurou inquérito civil para apurar a orientação de que apenas casos graves devem ser registrados em sistema.

Leia mais: 

Nesta segunda-feira (6) o coordenador de Controle de Doenças da secretaria estadual, Paulo Menezes, confirmou que permanece a orientação para que as unidades de saúde registrem apenas pacientes internados ou casos em profissionais de saúde. Ele afirma que a medida está de acordo com recomendações do Ministério da Saúde. A reportagem consultou o ministério sobre a conduta adotada por São Paulo e aguarda retorno da pasta.

Segundo Menezes, alguns dos novos casos confirmados que aparecem nos balanços diários do estado de São Paulo ainda podem ser relativos a pacientes com quadro leve porque há exames atrasados.

“A gente recebe, continua recebendo resultados de exames de pessoas com sintomas leves, da fase anterior, que ainda estão saindo. Mas, a partir de agora, a orientação é só notificar pacientes internados ou profissionais de saúde. Essa é a orientação nossa, alinhada com a do Ministério da Saúde”, disse Menezes em entrevista.

Leia mais: 

Em março, a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) do estado, Helena Sato, confirmou a orientação para notificar apenas pacientes internados e destacou que a medida é necessária para concentrar esforços nos casos graves.

Funcionários de UBSs da capital afirmam que o exame laboratorial já não era recomendado para pacientes com sintomas leves mas que, a partir da chegada do e-mail, a orientação é não notificar os casos no sistema.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios