Notícias

Suspeito confessa ter matado motorista de aplicativo em MG: ‘Eu estava bêbado, cheguei, já fiz’

Homem matou o motorista após ele levar a ex-namorada para casa, na zona rural de Três Corações. Vítima também havia tido relacionamento com a passageira.

O suspeito de ter matado o motorista de transporte por aplicativo Tiago Henrique Miguel, de 29 anos, confessou o crime após ser preso na manhã deste sábado (19). Segundo a polícia, Cristiano dos Santos Marques, de 32 anos, cometeu o crime porque não aceitava o fim do relacionamento com a passageira, que também era ex-namorada da vítima.

Veja também: Pescadores encontram sacos de metanfetamina avaliados em US$ 20 milhões em Mianmar

“Eu estava bêbado, cheguei, já fiz o que tinha que [ser] feito e pronto”, disse o suspeito ao ser colocado em uma viatura da polícia. “Ah, fazer o quê? Agora já fiz a cagada, né?”, completou.

O crime aconteceu quando Ana Caroline Francisco de Souza, de 27 anos, chamou Tiago para a corrida. Ela contou que por já ter tido um relacionamento com o motorista, confiava nele e costumava pegar corridas mesmo fora do aplicativo, o que foi o caso. Eles foram surpreendidos e atacados quando chegaram na casa da passageira.

Veja também: Eduardo Bolsonaro diz “PSL tem que orientar de acordo com o governo”

Cristiano atacou Tiago com uma faca e uma foice. O motorista chegou a descer do carro e tentar fugir, mas foi alcançado. A mãe de Ana Caroline ouviu os gritos por socorro e correu até o local.

“Aí eu desci e, quando eu desci, eu só vi o vulto dele. Ele passou assim correndo, aí eu gritei ‘para, para’. Ele falou para mim assim: ‘Pode chamar a polícia, eu já matei mesmo'”, contou Ângela Maria Francisco.

Segundo Ana Caroline, Cristiano era violento e já tinha sido agressivo outras vezes.

Veja também: Perdas do FGTS: nova decisão do STF anima trabalhador a pedir correção

“Ele sempre foi violento. Quando a gente estava junto, ele incendiou o carro de um rapaz, achando que eu estava com o rapaz. E colocou fogo. Ele destruiu a moto de um primo meu. Ele chegou a bater já na minha mãe”, disse. “Nós terminamos em janeiro, mas ele nunca aceitou o fim. Ele falava para mim assim: ‘foi terminado na sua cabeça, na minha não'”, contou Ana Caroline.

Ana Caroline contou que ex-namorado não aceitava o fim do relacionamento — Foto: Reprodução EPTV

Ana Caroline contou que ex-namorado não aceitava o fim do relacionamento — Foto: Reprodução EPTV

Socorro

A polícia foi acionada e, ao chegar ao local, por volta das 21h40, encontrou Tiago ensanguentado, sendo amparado pela mãe de Ana Caroline. O motorista foi socorrido ainda com vida e levado para o Hospital São Sebastião por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

No hospital, Tiago foi submetido a exames para averiguar os ferimentos que tinha na cabeça, mas não resistiu e morreu às 2h deste sábado (19). O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal da cidade e depois liberado para a funerária. O corpo foi enterrado no fim da tarde.

“Era um menino novo, 28 anos, cheio de saúde, cheio de planos. E perder a vida de uma forma dessa, para nós, familiares, é muito triste, muito triste”, lamentou Mário Lúcio Benedito, que era tio de Tiago.

Prisão do suspeito

Facas foram apreendidas no local do crime — Foto: Polícia Militar

Facas foram apreendidas no local do crime — Foto: Polícia Militar

A polícia iniciou as buscas e localizou o suspeito, de 32 anos, durante a manhã, às margens da Rodovia Fernão Dias.

“Ele alegou que estava deslocando para o trabalho, só que a guarnição, atenta, percebeu que ele estava com sintomas de embriaguez”, disse o tenente Felipe Faria, da Polícia Militar. “”E [a guarnição] realizou a prisão dele e ele confessou o crime”.

Cristiano estava com outras duas facas, mas disse à polícia que não se tratava das armas utilizadas no crime, pois teria abandonado-as no local. Ele foi preso e encaminhado para a Penitenciária de Três Corações. As armas utilizadas no crime foram apreendidas.

Veja também: Perdas do FGTS: nova decisão do STF anima trabalhador a pedir correção

Via
G1
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios