Notícias

Suspeito de matar casal de tatuadores é encontrado sem vida em presídio no Rio

O crime contra as vítimas aconteceu em Macaé

RIO — O homem suspeito de ter matado o casal de tatuadores Renan Pereira da Silva Abade , de 19 anos; e Luiza Barbosa Pereira , de 20, foi encontrado sem vida no presídio para onde fora levado após ser preso. Identificado comoAdriano Lopes Prata , de 44 anos, ele estava na unidade Dalton Crespo de Castro , em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O corpo do homem foi encontrado na manhã desta terça-feira. A Secretaria de Estado e Administração Penitenciária (Seap) confirmou a informação.

Ainda não há detalhes sobre o que ocorreu com o interno. Por meio de nota, a Seap afirmou que “acionou os bombeiros e registrou o caso na delegacia de área”. A pasta informou ainda que o corpo será “encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e aguarda o laudo cadavérico” para obter a causa da morte.
Via
O Globo
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios