Política

Termina amanhã prazo para biometria em 319 municípios paulistas

Termina amanhã (19) o prazo para que eleitores de 319 municípios paulistas efetuem o cadastramento biométrico, que consiste em deixar registrada a impressão digital no sistema da Justiça Eleitoral. O procedimento, que também contempla a coleta de fotografia e assinatura digitalizada, é obrigatório para essas localidades. Por isso, quem perder o prazo pode ter o título de eleitor cancelado.

Quando está em situação irregular, o eleitor fica impedido de votar, e enquanto não resolver a pendência também são impostas restrições, como a impossibilidade de obter empréstimos em bancos oficiais, a de tomar posse ou se inscrever em concursos públicos e a de emitir passaporte.

Para realizar a biometria, o eleitor deve se dirigir a um cartório eleitoral ou a unidades do Poupatempo autorizadas a prestar serviços eleitorais. Em ambos os casos, é necessário agendamento, que é feito pelos sites da rede Poupatempo e do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

O eleitor deve apresentar documento oficial de identificação, comprovante de residência recente e título eleitoral, se tiver. Em caso de dúvidas, pode consultar uma seção da página do TRE-SP, que reúne informações sobre o processo biométrico, ou entrar em contato com a Central de Atendimento ao Eleitor, discando o número 148. O telefonema tem o custo de uma ligação local.

O TRE-SP estipulou como meta para 2019 cadastrar a biometria de 7 milhões de pessoas. O procedimento passou a ser obrigatório desde fevereiro em 479 municípios do estado. A biometria já valerá a partir das eleições municipais de 2020.

O objetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de concluir a operação de biometria em todo o país até 2022.

Via
FONTE: EBC
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios