Esportes

Torcedores do Cruzeiro escolhem nome da plataforma de apostas

Os torcedores da Raposa que desejam fazer algumas apostas, terão uma plataforma do próprio Cruzeiro a sua disposição.

Após o rebaixamento para a série B do campeonato brasileiro, o que impacta diretamente na
receita do clube, além dos diversos escândalos policiais envolvendo o clube em 2019, a nova
diretoria do Cruzeiro Esporte Clube tenta ser a mais criativa possível para buscar uma nova
fonte de renda.

 

Como parte destas alternativas, o presidente do clube, Sérgio Rodrigues realizou uma live para
anunciar que o Cruzeiro terá sua própria plataforma de apostas online, e os torcedores do
clube que irão escolher o nome desta “casa de aposta”.

Essa plataforma será criada em parceria com outra casa de aposta, que irá prover toda a
mecânica para os torcedores cruzeirense. Segundo o presidente, o acordo já foi firmado
anteriormente, no entanto, a novidade não foi anunciada para criar uma ação mais próxima
com a torcida.

“O contrato já foi assinado e recebemos até uma parte do valor dele. Podem ficar tranquilos. A
gente só não falou nada porque resolveu trazer o torcedor mais para perto”, afirmou Sérgio
Rodrigues.

A plataforma já foi lançada durante a live, e tem uma enquete onde o torcedor da Raposa irá
escolher o nome para esse site de apostas personalizado. Ainda assim, a novidade instigou os
fãs do clube, que se mostraram criativos e fizeram diversas sugestões para nomear a casa de
aposta cruzeirense, entre as sugestões, se destacaram nomes como Betzeiro, Foxbets, 5 star
betting, Apostas 5 estrelas e Bluebets.

Mesmo na série B, o presidente do Cruzeiro informou que o clube foi procurado por dez
empresas de plataforma de apostas interessadas em uma parceria, todas as gigantes no
mercado mundial, como o exemplo da 1xbet, um site de apostas que já tem diversos anos de
atuação, devidamente licenciada e auditada pela Curaçao E-Gaming.

O clube receberá parte dos valores das apostas que forem efetuadas nesta plataforma
personalizada, e conta com a força da sua torcida para tentar uma retomada neste complicado
ano de 2020, que já não começou muito bem para a Raposa.

O time mineiro já inicia a disputa de série de B penalizado, com 6 pontos a menos (equivalente
a duas derrotas) devido a uma questão que se iniciou em 2016, quando o Cruzeiro contratou o
meio-campista Denilson, por empréstimo, junto ao Al Wahda, dos Emirados Árabes.

O acordo com os árabes, custou 850 mil euros (cerca de R$ 5 milhões na cotação atual) e o Al
Wahda arcaria com 100% dos salários do jogador, que ficou na Raposa até 31 de dezembro de
2016. Nestes 6 meses de permanência no clube, o jogador entrou em campo em apenas cinco
partidas.

 

O problema é que o clube não arcou com os custos do acordo, que resultou em diversas
tentativas de negociação até a questão chegar à FIFA, instituição máxima do futebol mundial,
que prescreveu a punição ao Cruzeiro agora em 2020.

Agora, só resta aos torcedores do clube apostar em dias melhores para ele, literalmente, com
apostas na nova plataforma online do Cruzeiro, com a intenção de gerar mais receita nesta
tentativa de retomada da agremiação.

Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios