DestaqueJustiça

TRF autoriza Gleisi a ser advogada de Lula; visitas poderão ser diárias

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) João Pedro Gebran Neto cassou uma decisão que proibia Gleisi Hoffmann de atuar como advogada de Lula. Com isso, a presidente do PT e deputada federal não terá mais restrições para seus encontros com o ex-presidente, hoje limitados às quintas-feiras, dia que ele pode receber visitas que não integram seu corpo de advogados. A decisão cassada foi dada pela juíza Carolina Lebbos.

Gleisi já se encontrará com Lula nesta sexta-feira (16), como sua defensora. Hoje, o petista tem direito a receber, na carceragem de Curitiba, até três advogados em dois encontros diários de uma hora — um pela manhã e outro pela tarde.

Há um ano, a deputada federal só consegue falar com Lula às quintas–feiras. A retomada dos encontros é vista como uma grande vitória pelo ex-presidente, que considera Gleisi a sua aliada mais fiel dentro do partido. Lula diz que confia plenamente em Gleisi e que ela nunca relutou em comprar desgastes para defendê-lo.

Veja também: Major Olímpio entra para o grupo Muda, Senado

Via
O Globo
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios