Internacional

Turistas dos EUA confessam assassinato de policial na Itália

Os dois estrangeiros estavam a turismo no país

Os dois turistas americanos suspeitos do homicídio do policial militar Mario Cerciello Rega, vice-brigadeiro de 35 anos da Arma dos Carabineiros, admitiram a autoria do crime.

Segundo os investigadores, o autor material do assassinato foi Elder Finnegan Lee, de 19 anos, que teve como cúmplice Gabriel Christian Natale-Hjorth, 18. Inicialmente, jornais e sites italianos publicaram de forma genérica que os suspeitos do crime eram “norte-africanos”, o que logo virou combustível para políticos de extrema direita, mas o boato foi desmentido pelo avançar das investigações.

Lee e Natale-Hjorth, que estavam de férias em Roma, são acusados de homicídio agravado e tentativa de extorsão. Eles foram capturados em um hotel da capital italiana e estavam prontos para deixar o país.

O crime ocorreu na rua Pietro Cossa, a dois quilômetros do Vaticano, em pleno centro de Roma, na madrugada da última sexta-feira (26). Rega, que havia acabado de se casar, chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Depoimento

Interrogado pelo Ministério Público de Roma, Lee disse que não sabia que a vítima era um policial da Arma dos Carabineiros.

Segundo a reconstrução dos investigadores, os dois americanos haviam furtado a mochila de um cidadão italiano e pedido 100 euros e um grama de cocaína para restituí-la. A vítima alertou a polícia, que decidiu ir ao local combinado para prender os criminosos.

Nesse momento, de acordo com a investigação, Rega, que estava à paisana, foi esfaqueado oito vezes. Lee disse à polícia que o militar não se identificou durante a abordagem, mas Natale-Hjorth afirmou aos investigadores que os dois sabiam que se tratava de um oficial.

Restam dúvidas ainda sobre o homem que teve a mochila furtada.

Uma versão diz que os dois jovens queriam comprar droga, mas acabaram levando aspirina no lugar. Na sequência, teriam furtado a mochila do suposto traficante e exigido um “resgate” de 100 euros e um grama de cocaína.

No entanto é incomum que pessoas envolvidas em atividades ilícitas se dirijam à polícia para denunciar um crime, como fez o dono da mochila furtada. Rega será velado neste domingo (28), em Roma, e sepultado na segunda-feira (29), na cidade de Somma Vesuviana, nos arredores de Nápoles.

Via
Ansa
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios