Entretenimento

TV canadense corta cena com Donald Trump em ‘Esqueceram de mim 2’

No Twitter, presidente americano comentou 'desaparecimento': 'O filme nunca mais será o mesmo'

RIO — Rede pública de TV e rádio do Canadá, a Canadian Broadcasting Company (CBC) deletou a cena em que Donald Trump aparece no filme “Esqueceram de mim 2”. O clássico filme natalino com Macauley Culkin foi exibido pelo canal no começo do mês, mas o corte ganhou notoriedade apenas esta semana, graças a comentários feitos por perfis de direita apoiadores do presidente americano nas redes sociais.

Em 1992, ano em que o filme foi rodado, Trump era um dos empresários mais famosos de Nova York, cidade em que Kevin, personagem de Macauley Culkin, fica perdido. Em alguns segundos na tela, Trump informa a Kevin que o lobby do Plaza Hotel fica “no final do corredor à esquerda”.

Oficialmente, a CBC argumenta que a aparição do presidente americano foi removida por “motivos comerciais”. Em tempo: outros oito minutos do filme foram cortados na transmissão da emissora.

Retrospectiva 2019: Bonequinhos elegem os melhores filmes do ano

Em uma nota publicada no próprio site da CBC, o porta-voz da empresa, Chuck Thompson justificou: “Como costuma acontecer com todos os filmes exibidos na TV, ‘Esqueceram de mim 2’ teve seu tempo de duração editado”.

Ainda segundo Thompson, a CBC teria adquirido a cópia do filme em 2014, ano em que o corte foi feito e dois anos antes de Trump ser eleito presidente dos EUA.

No Twitter, Trump ironizou o corte, dizendo que o filme “nunca mais será o mesmo”. Filho do presidente, Donald Trump Jr. considerou a edição “patética”. No artigo compartilhado por ele também no Twitter, o “desaparecimento” de Trump é encarado um exemplo do “viés virulento da mídia de esquerda”.

 

 

Via
FONTE: O GLOBO
Etiquetas

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios